Segunda, 27 de Junho de 2022 03:25
75998557038
Alagoinhas SÃO JOÃO 2022

Volta das festas juninas movimenta a cidade e reacende a economia

Um dos reflexos foi a motivação para o consumo, que já cresceu em mais 56% somente no primeiro quadrimestre.

23/06/2022 11h09
Por: Redação Fonte: Prefeitura de Alagoinhas
Foto: Divulgação SECOM
Foto: Divulgação SECOM

Os números favoráveis da economia municipal até agora, têm já considerável influência do retorno das festas de São Joao, depois de dois anos de intervalo.  Um dos reflexos foi a motivação para o consumo, que já cresceu em mais 56% somente no primeiro quadrimestre, puxado especialmente pelos meses de março e abril.

Assim,  aliado à política de atração de investimentos da gestão municipal,  os eventos já contribuíram, também, para fazer de Alagoinhas a segunda maior geradora de empregos do Estado em abril, com mais de 3,2 mil postos formais de trabalho criados, conforme dados do CAGED.

E mesmo antes  do início dos festejos juninos deste ano, que contou com uma grande festa de encerramento da trezena de São Antônio, padroeiro da cidade, na Praça do Coreto, somado à programação com artistas da terra nos dias 18 e 19, no Mercado do Artesão e à estreia do Circuito Oficial, na Joseph Wagner, no dia 19 que teve público de mais de 40 mil pessoas, e outros eventos, é evidente, também, o significativo incremento nas vendas de barraqueiros, feirantes, vendedores ambulantes em geral, dentre outros pequenos comerciantes de produtos diversos.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Bruno Fagundes, explica que as contratações de abril fazem parte da preparação do comércio e de outros segmentos para um esperado ciclo de aquecimento no varejo, resultado de uma cadeia de eventos que começa com o Dia das Mães. “Contudo, o São João é fundamental. Mesmo quem não vai passar os festejos na cidade, se prepara para esse momento, consumindo os produtos locais. Quem viaja também deixa dinheiro nos postos de gasolina, nas oficinas mecânicas, mas o principal, sem dúvida é o volume de pessoas que se consegue atrair no período, movimentando a cadeia econômica em várias frentes ”, pontua o secretário.  Já consolidado no calendário do estado, o São João de Alagoinhas, em 2019, atraiu mais 50 mil visitantes e os dois dias da festa no circuito oficial contaram com público de mais 125 mil pessoas.

Para o prefeito Joaquim Neto, as festas representam muito mais do que estes aspectos mais visíveis, uma vez que também é o momento em que a cidade se mostra para o estado e para o país.  “Uma festa dessa magnitude certamente desperta o interesse de pessoas que sabem antecipadamente da tradição da cidade de acolher bem o visitante. Sendo assim, o retorno da festa junina é incalculável, porque o acolhimento, juntamente com o cuidado com  a organização, a segurança e a qualidade das atrações fazem com que Alagoinhas seja projetada e olhada com um carinho especial na hora dos empresários tomarem as suas decisões”, salientou o prefeito.

Ainda de acordo com o prefeito, o plano é que a cidade organize, a partir de agora, um calendário de eventos que será um grande diferencial em nível estadual e da própria região nordeste, no sentido de atrair investimentos. Um deles deles é a megafesta ligada ao setor de bebida, mas que será uma vitrine para todo segmento econômico, a AlaBeer, pensada para o mês de novembro.

A expectativa da gestão municipal é que a cada ano, essas ações proporcionem maior visibilidade ao município e esse incremento econômico favoreça uma melhor educação, um melhor sistema de saúde, aprimoramento da segurança pública, da infraestrutura urbana de forma ambientalmente sustentável, para acolher todos aqueles que naturalmente irão  fixar residência na cidade, como consequência.

A programação do São João 2022 começou no dia  17 de abril e segue até o dia 26.  Nos dias 23 e 24, contará com atrações nacionais, no circuito oficial da Avenida Joseph Wagner  e shows nos distritos com artistas locais e região, a festa no Estevão, dia 25. e o “Arraiá Rota Alternativa”, com apresentações de diferentes gêneros musicais , nos dias 25 e 26, no Mercado do Artesão.

Fotos: Roberto Fonseca, Joan Souza e Fabrício Tavares