Sexta, 20 de Maio de 2022 17:57
75998557038
23°

Poucas nuvens

Alagoinhas - BA

Dólar com.

R$ 4,88

Euro

R$ 5,15

Peso Arg.

R$ 0,04

Bahia POLÍCIA

Rui determina "uso de força máxima" da polícia após mortes de PMs

Governador da Bahia ainda culpou o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo aumento da criminalidade no país

09/05/2022 13h27
Por: Redação Fonte: METRO1
Foto: Reprodução/TV Bahia
Foto: Reprodução/TV Bahia

O governador Rui Costa (PT) disse, nesta segunda-feira (9), que determinou ao Comando da Polícia Militar "o uso de força máxima" para prender os criminosos responsáveis pela morte de três policiais em Salvador. O chefe do Palácio de Ondina pediu aos policiais, no entanto, que tenham "sangue frio" e "profissionalismo" ao agirem.   

Em um evento no bairro do Alto do Peru, em Salvador, Rui ainda culpou o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo aumento da criminalidade no país, ao facilitar o uso de armas.  

"(Determinei) o uso de força máxima de todas as especializadas, inclusive, com uso de helicópteros para que possamos capturar todos os responsáveis por esses ataques. Infelizmente, o aumento do número de armas pesadas, inclusive, de fuzis, a partir dessa orientação do governo federal de 'liberou geral' a entrada de armas no brasil, o que tem facilitado ainda mais, muito mais do que era, a possibilidade de criminosos terem acesso a armas maiores e mais pesadas", disse ele.

O governador também criticou a legislação penal brasileira. "Mas nós vamos buscar todos eles (os criminosos), a Polícia Militar cumprirá sua função em nome do Estado baiano. Nós vamos capturar todos os responsáveis e punir esses que atentaram contra a vida dos policiais. É o tráfico de drogas, com seu armamento pesado, agredindo a sociedade. Tenho denunciado seguidas vezes. Espero que tenhamos em breve uma legislação, e um sistema judicial que não facilite a soltura desses marginais", disse Rui Costa.

O chefe do Palácio de Ondina ainda rebateu as críticas do prefeito de Salvador, Bruno Reis (UNIÃO), à segurança pública da Bahia. "Eu acho que seria bom o uso de menos politicagem em um assunto sério como segurança pública. Eu nunca glamourizei representantes do tráficos de drogas, nunca patrocinei a visibilidade deles. Quem o fez que, ao longo do exercício da política, oportunista, que quer buscar votos a qualquer custo, aí dá visibilidade e patrocina a entrada de muitos criminosos na política em várias instâncias da política e glamourizando esses representantes do tráfico de drogas", afirmou ele.

Entenda

Dois policiais militares foram mortos na Rua Vereador Zezeu Ribeiro, no bairro da Fazenda Grande I, em Salvador, enquanto voltavam do velório do soldado Alexandre Menezes, na noite de domingo (8). A dupla estava à paisana.

As vítimas são Vitor Vieira Ferreira Cruz e Shanderson Lopes Ferreira. Moradores da região chamaram a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou atendimento e socorreu os dois PMs para o Hospital Municipal de Salvador, porém, eles não resistiram aos ferimentos.