Sábado, 29 de Janeiro de 2022 08:10
75998557038
26°

Pancada de chuva

Alagoinhas - BA

Dólar com.

R$ 5,38

Euro

R$ 6,

Peso Arg.

R$ 0,05

Bahia CHUVAS

Argentina oferece ajuda humanitária e Governo Federal recusa; "recursos suficientes", alega ministério

Até o momento, 24 pessoas morreram em decorrência das fortes chuvas no estado, de acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec).

29/12/2021 22h33
Por: Redação Fonte: AratuOn
Argentina oferece ajuda humanitária e Governo Federal recusa;

O governo federal, por meio do Ministério das Relações Exteriores, recusou a ajuda humanitária oferecida pela Argentina às cidades afetadas pelas chuvas na Bahia. Alegando ter recursos suficientes, a pasta negou o pedido do governador Rui Costa (PT), feito ainda nesta quarta-feira (29/12), mais cedo.

Nas redes sociais, Rui escreveu: "Com a união de esforços, vamos superar este difícil momento. Agora, a missão argentina aguarda a autorização do Ministério das Relações Exteriores para que possam vir à Bahia. Agradeço aos argentinos e peço ao Governo Federal celeridade na autorização para a missão estrangeira".

Em trecho do documento enviado pelo Ministério das Relações Exteriores à embaixada da Argentina, é dito que "os recursos pessoal e financeiro são suficientes, com reserva de R$ 200 milhões para enfrentar a emergência.

"Na hipótese de agravamento da situação, requerendo-se necessidades suplementares de assistência, o Governo brasileiro poderá vir a aceitar a oferta argentina de apoio da Comissão Capacetes Brancos, cujos trabalhos são amplamente reconhecidos", diz outro trecho do documento.

Até o momento, 24 pessoas morreram em decorrência das fortes chuvas no estado, de acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). Há também 91.258 pessoas desabrigadas ou desalojadas e 629.398 pessoas foram afetadas pela chuva. O número de feridos aumentou de 358 pessoas para 434. Nesta quarta-feira, 136 cidades estão sob decreto de situação de emergência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.