Sábado, 29 de Janeiro de 2022 06:54
75998557038
24°

Pancada de chuva

Alagoinhas - BA

Dólar com.

R$ 5,38

Euro

R$ 6,

Peso Arg.

R$ 0,05

Bahia CONDENADO

Homem que matou servidora do Detran-BA a facadas é condenado a 20 anos de prisão

Vítima tinha 46 anos e foi assassinada a facadas nas escadarias que dão acesso ao órgão em que trabalhava; crime aconteceu em 2017

27/11/2021 12h47
Por: Redação Fonte: METRO1
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Jailson Santos Mendonça não aceitou a separação e matou a facadas Maridalva da Silva Gonçalves, de 46 anos. Ele foi condenado, na sexta-feira (26), a 20 anos, dois meses e sete dias de prisão pelo feminicídio. A condenação ocorre há quase quatro anos do dia crime, praticado em 26 de dezembro de 2017, nas escadarias que dão acesso ao Departamento Nacional de Trânsito da Bahia (Detran-BA) - onde a vítima trabalhava.

Jailson vai responder pelo crime na Penitenciária Lemos de Brito, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. Ele foi condenado em júri popular, por homicídio quadruplamente qualificado: pelo motivo torpe; emprego de meio cruel; impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio, quando a vítima é assassinada por questões relacionadas ao gênero.

Após esfaquear Maridalva, Jailson tentou se matar com veneno para rato, mas foi impedido por seguranças do Detran e levado o Hospital Geral do Estado (HGE). 

Relembre o caso

 26 de dezembro de 2017

Uma mulher foi morta a golpes de faca, na manhã desta terça-feira (26), em frente ao Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), na Avenida Antonio Carlos Magalhães, em Salvador. De acordo com informações apuradas pelo Metro1, a vítima, identificada como Maridalva da Silva Gonçalves, 46 anos, era funcionária do órgão e foi atacada na escadaria que dá acesso à repartição, no momento em que chegava para trabalhar.

O principal suspeito é o ex-marido, Jailson Santos Mendonça, da mesma idade, que tomou veneno após o ato e foi internado no Hospital Geral do Estado (HGE). O quadro de saúde do agressor é desconhecido. Ainda não há detalhes sobre a motivação do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.