Terça, 21 de Setembro de 2021
75998557038
31°

Poucas nuvens

Alagoinhas - BA

Dólar com.

R$ 5,29

Euro

R$ 6,2

Peso Arg.

R$ 0,05

ALAGOINHAS LAMENTÁVEL

Alagoinhas: supermercado é acusado de prática de racismo; em resposta classifica a acusação como falsa e criminosa

O fato aconteceu na última quarta-feira (08)

14/09/2021 18h00 Atualizada há 7 dias
Por: Rodrigo Rattes
Alagoinhas: supermercado é acusado de prática de racismo; em resposta classifica a acusação como falsa e criminosa

Um supermercado localizado em Alagoinhas, cidade cerca de 110 km de Salvador, foi acusado de prática de ato de racismo contra cliente na última quarta-feira (08).

De acordo com denúncia realizada através de perfil em rede social "PT ALAGOINHAS", o cliente identificado como Danilo, foi perseguido por um segurança dentro do estabelecimento, e ao se sentir intimidado buscou ajuda de uma funcionária que de acordo com a vítima, respondeu que o homem estava apenas realizando o seu trabalho e que a função do segurança é vigiar e perseguir pessoas pretas dentro da loja. 

Ainda em denúncia, a Secretaria LGBTQIAP+ e o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Alagoinhas, reportaram que Danilo retornou na sexta-feira (10) com a presença de uma advogada para buscar esclarecimentos sobre o motivo para tratar um cliente negro de tal forma, e o proprietário se mostrou intolerante com a ação do diálogo hostilizando Danilo e sua advogada com deboche e gritos.

O outro lado

Em resposta a acusação de racismo, o supermercado também utilizou as redes sociais para expor a defesa e consequentemente a sua versão.

De acordo com a direção, todos da empresa ficaram grandemente surpresos e entristecidos pela veiculação da notícia falsa e criminosa e que trabalham diuturnamente com respeito e atenção a  todos os princípios sociais que norteiam as relações humanas, e condenam veementemente qualquer atitude de conotação racista ou afeita de qualquer tipo de preconceito.

Ainda em nota, afirma que o cliente não foi perseguido, constrangido, destratado, abordado, humilhado e nem muito menos desrespeitado por qualquer dos diretores ou colaboradores e que tomará todas as medidas cabíveis para a responsabilização dos veiculadores da nota, que sem provas, cometeram os crimes de calúnia e difamação. 

"O racismo é um mal que precisa ser combatido no Brasil e em todo o mundo, porém nunca pode ser tratado como um artifício midiático, nem, tampouco, com oportunismo, o que lhe tira o caráter de Justiça Social", finaliza nota.

Confira as publicações:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Partido dos Trabalhadores (@ptalagoinhas)



 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por SUPERMERCADO e AÇOUGUE KENNEDY (@supermercadokennedy)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.