Segunda, 17 de Maio de 2021
75998557038
BRASIL SAÚDE

Pfizer corrige Ministério da Saúde e diz que doses devem ser aplicadas em intervalo de 21 dias

Informe técnico da pasta recomendou o intervalo de 12 semanas (três meses) entre as doses

04/05/2021 11h29
Por: Equipe Alagonews Fonte: Metro1
Foto: Divulgação/Pfizer
Foto: Divulgação/Pfizer

A farmacêutica Pfizer informou, em nota, que o intervalo recomendado entre as doses da vacina ComiRNAty, produzida em parceria com a BioNTech, é de 21 dias. O prazo está presente na bula registrada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O comunicado foi divulgado após o Ministério da Saúde recomendar o intervalo de 12 semanas (três meses) entre a 1ª e a 2ª doses do imunizante. A pasta afirma que o prazo segue modelo adotado no Reino Unido, primeira nação a utilizar a vacina da Pfizer em sua população.

Segundo a Pfizer, a segurança e a eficácia da vacina não foram avaliadas em esquemas de dosagem diferentes, pois a maioria dos participantes do ensaio recebeu a segunda dose dentro da janela especificada. Embora a proteção parcial pareça começar 12 dias após a primeira aplicação, a farmacêutica afirma que duas doses são necessárias para a proteção máxima, que pode chegar a 90%.

"Enquanto as decisões sobre os regimes de dosagem alternativos cabem às autoridades de saúde com foco em saúde pública, a Pfizer acredita que é importante que se mantenham esforços de vigilância para garantir que cada pessoa receba o máximo de proteção possível", diz o texto.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.